Música

France Gall (1947-2018)

Annie aime les sucettes
Les sucettes à l’anis
(…)
Coule dans la gorge d’Annie
Elle est au paradis

O cinismo é um desses conceitos que nos apanham o braço se lhes dermos um dedo. É de esperar que ele esteja à espreita quando o palavreado cessa. “Sucettes” deriva de “suck” e a vítima (France Gall) só o pôde descobrir a meio da digressão, lá no longíquo Japão, de onde nunca recuperou, conta a lenda. O senhor cínico pode demorar a tirar a máscara, mas sorri sempre para a sua débil adversária (coisa feia..). E, lá ao fundo, ouve-se alguém a sentenciar: “C´est la vie!”. Esta terminou hoje para a France Gall e isto não é grande obituário, eu sei.

ADENDA: Gainsbourg pode ter sido o primeiro a gozar com as “loiras”, mas há que reconhecer que até que lhe deu a oportunidade de saber que raio era as “Sucettes” que ela cantava com tanto afinco, pensando que eram chupas-chupas.