Cinema

Prémios do Cinema Europeu

the-square.jpg

Depois de arrebatar a Palma de Ouro de Cannes, O Quadrado, de Ruben Östlund, foi o principal vencedor da 30ª edição dos prémios da Academia Europeia de Cinema.

FILME
O Quadrado, de Ruben Östlund (Suécia)

COMÉDIA
O Quadrado, de Ruben Östlund

REVELAÇÃO (Prémio FIPRESCI)
Lady Macbeth, de William Oldroyd (Reino Unido)

DOCUMENTÁRIO
Communion, de Anna Zamecka (Polónia)

FILME DE ANIMAÇÃO
A Paixão de Van Gogh, de Dorota Kobiela e Hugh Welchman (Polónia/Reino Unido)

CURTA-METRAGEM
Timecode, de Juanjo Giménez (Espanha)

REALIZAÇÃO
Ruben Östlund, por O Quadrado

ACTRIZ
Alexandra Borbély, em Corpo e Alma, de Ildikó Enyedi (Hungria)

ACTOR
Claes Bang, em O Quadrado

FOTOGRAFIA (Prémio Carlo Di Palma)
Michail Krichman, por Loveless, de Andrey Zvyagintsev (Rússia)

MONTAGEM
Robin Campillo, por 120 Batimentos por Minuto, de Robin Campillo (França)

CENOGRAFIA
Josefin Åsberg, por O Quadrado

GUARDA-ROUPA
Katarzyna Lewińska, por Spoor, de Agnieska Holland e Kasia Adamik (Polónia)

CARACTERIZAÇÃO
Leendert van Nimwegen, por Brimstone – Castigo, de Martin Koolhoven (Holanda)

MÚSICA
Evgueni e Sacha Galperine, por Loveless

SOM
Oriol Tarragó, por Sete Minutos Depois da Meia-Noite, de J. A. Bayona (Espanha)

PRÉMIO DE CARREIRA
Aleksandr Sokurov (Rússia)

FIGURA INTERNACIONAL
Julie Delpy (França)

CO-PRODUÇÃO (Prémio Eurimages)
Cedomir Kolar (França)

PRÉMIO DO PÚBLICO/filme europeu do ano
Stefan Zweig: Adeus, Europa, de Maria Schrader (Alemanha)