Livros

A inveja não tem mal. Começou aqui.

23131703_10211049838227295_3108974756012832430_n.jpg

Era bonito, inteligente, bom escritor e até foi casado com a Jessica Lange, pelo que tenho muita pena que o primeiro homem que me fez entender que não tem mal nenhum ser invejoso, este ano, não sopre as velas.

eu vejo-te quando tu não sabes que estou a olhar
e cada olhar que te roubo
deixa-me um dia mais novo

ultimamente tem sido difícil apanhar-te
ou então sou eu que estou ficar velho
um dos dois está com certeza a perder

6/11/81
Homestead Valley, Ca

(Sam Shepard, Crónicas Americanas, edição: Difel, abril de 2002, p. 100)

Cinema

Sam Shepard (1943 – 2017)

SHEPARD_05.jpg

Os Eleitos (1983), de Philip Kaufman, foi um momento decisivo, mas também o foi Ligações Quentes (1985), de Robert Altman, contracenando com Kim Basinger, onde interpretava a personagem central da sua própria peça Fool for Love (Loucos por Amor). Vimo-lo também, com interesse, em Dias do Paraíso (Terrence Malick, 1978), Crimes do Coração (Bruce Beresford, 1986), Dossier Pelicano (Alan J. Pakula, 1993), Black Hawk Down/Cercados (Ridley Scott, 2001), Entre Irmãos (Jim Sheridan, 2009), Mata-os Suavemente (Andrew Dominik, 2012) ou Um Quente Agosto (John Wells, 2013).
Escreveu o argumento de Paris Texas (1984), de Wim Wenders. Sam Shepard faleceu no dia 27 de Julho, na sua casa em Midway, Kentucky, na sequência de complicações devidas a esclerose lateral amiotrófica — contava 73 anos.